terça-feira, 15 de outubro de 2013

Dia do Professor, com muito amor!

Se fosse pra começar tudo de novo, faria tudo outra vez, outra vez me aventuraria naquela escolinha da Cohab, em Gravataí, RS, longe da minha casa, pegaria durante anos novamente o circular sul, ônibus que pipocava em vários bairros até chegar na minha escola, onde eu amava trabalhar com crianças, depois adolescentes e adultos. Faria tudo outra vez, me apaixonando por cada aluno/a na perspectiva do que ele/a viria se tornar a ser, sonhando que, acima de tudo, fosse feliz, livre e com autonomia suficiente para ser alguém. Faria tudo outra vez, nos 33 anos em que estive nas salas de aula da escolinha, do ensino fundamental, do magistério, e depois, dos anos em que lecionei na faculdade, para alunos e alunas que viriam a dar continuidade ao sonho de uma educação melhor, para todos e todas. Se nascesse de novo, meu espírito travesso e apaixonado pela educação me levaria de volta à ela como um imã, buscando aquilo que se tornaria meu sentido de viver, a verdadeira essência da minha vida, que é educar. Parabéns também a todos e todas que pensam também na educação como uma grande amor a se viver!

Gravataí, RS - 1979

Nenhum comentário:

Postar um comentário